CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS RECONHECIDO PELO MEC

O resultado tão aguardado não podia ser outro, senão o reconhecimento.

 

Após visita in loco dos avaliadores do MEC, designados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira - INEP, com vistas ao reconhecimento do Curso de Ciências Contábeis, o resultado tão aguardado não podia ser outro, senão o reconhecimento do curso. Nesta semana a notícia tomou conta do meio acadêmico, deixando todos muito felizes, porquanto a nota atribuída pelo Ministério da Educação, foi excelente. Em uma escala de 0 a 5, o MEC atribuiu ao Curso de Ciências Contábeis da Faculdade ISEPE, nota 4,0 (quatro) como Conceito de Curso, o que qualifica o curso entre os melhores. Aguardamos agora a publicação no DOU.

O curso

O Curso de Bacharelado em Ciências Contábeis da faculdade ISEPE, foi autorizado pela portaria/MEC sob nº 584/2015. A partir de então deu início a primeira turma em 15.02.2016, aguardando o devido reconhecimento após a formatura/ou no ano de formatura de sua primeira turma. Coordenado pelo Professor Fabio Rossi, o curso de contábeis tem se destacado, face ao empenho, não somente da coordenação do curso, mas de toda a equipe de docentes e colaboradores.

 

                    

Alunos da 1ª turma de Ciências Contábeis, se formam em dez/2019, ladeados pelos professores Fabio Rossi (coordenador) e Jonas Maciel.  Na foto (a direita) alunos das turmas de Ciências Contábeis, acompanhados pelo Coordenador Fabio Rossi e pelo Professor Fabiano Cecílio. (Fotos: Semana Intercursos-2018)                   

ISEPE A SUA FACULDADE NO LITORAL!   

Prof. Jonas Maciel

DRT 0010332/PR

CURTA E ACOMPANHE

 

QUALIDADE E TRADIÇÃO

 

  • 4 Administração
  • 4 Ciências Contábeis
  • 4 Direito
  • 4 Negócios Imobiliários


Como resultado dos esforços desenvolvidos, a Faculdade ISEPE obteve do MEC Conceito 4, para os cursos de Administração, Ciências Contábeis, Direito e Negócios Imobiliários, numa tabela de avaliação de 1 a 5. Os outros cursos ainda contam com Conceito 3.

 

Sobre o ISEPE